Home » Relacionamento » Relacionamento abusivo e as formas de identificar se você está em um

Relacionamento abusivo e as formas de identificar se você está em um

Com o aumento da popularidade do movimento feminista, fatos como a existência de relacionamento abusivo, a importância de saber do que se trata e combatê-lo vêm sido cada vez mais postos em pauta. Mas afinal, o que é um este tipo de relacionamento? Como identificar se você está vivendo um? Quais os sinais que o parceiro dá? É importante ter em mente que não são apenas homens que são abusivos com suas parceiras, podendo existir um relacionamento onde a mulher é abusiva com o homem, uma mulher homossexual é abusiva com outra, homem homossexual abusivo com outro e até mesmo casos em que ambos são abusivos. Vamos tratar aqui como se fosse um relacionamento heterossexual em que o homem é abusivo. Fique atenta aos sinais e procure auxílio de amigos, familiares e até mesmo ajuda psicológica se identificar alguns dos “sintomas” abaixo:

brigas no namoro

Você se enontra nessa situação se ele controla o que você usa

“Você está pensando que vai sair assim?” é uma das frases mais comuns. Não importa se está um calor de 40° e o seu parceiro está até sem camiseta, ele não quer e não admite que você saia com um shorts curto ou uma blusinha que mostre a barriga. Pode também ter a variável “tira esse batom, porque está muito chamativo!”. Amiga, você não é obrigada a aturar esse tipo de coisa. Foge, porque esse é um relacionamento abusivo;

Se ele te faz afastar pessoas…

Ter ciúmes de certas amizades é completamente normal. Exigir que você se afaste de alguém por conta desses ciúmes é abuso. Você tem uma vida, tem amigos que geralmente surgiram em sua vida antes dele e ele não tem o menor direito de exigir uma coisa dessas só porque tem “ciúmes”. Talvez em um caso em que a pessoa em questão não te faça bem, seja falsa e não seja uma amiga de verdade seja até aceitável. Fora isso, é sinal de abuso, sim. Não dê corda;

Humilhações e xingamentos são sinais de um relacionamento abusivo

Não importa se ele está estressado com algo que você fez ou mesmo algo que nem tem nada a ver com você: isso não dá o direito de te humilhar e xingar, nem na frente dos outros e nem no particular. Dizer que você depende dele pra viver, que ele quem te sustenta, que você é inútil e não faz nada são formas de humilhação e claramente sinais de que você está em um na situação citada neste artigo;

Se ele grita com você, você está em um relacionamento abusivo

De novo: não importa o estresse a que ele esteja sendo submetido no momento, nada justifica ele gritar com você. Um relacionamento deve ser feito de pessoas que se respeitam mutuamente e a partir do momento em que ela deixa de falar com você de uma forma decente, é sinal de que as coisas não vão bem;

Violência psicológica e física são, definitivamente, sinais de um relacionamento abusivo

Muitas pessoas acreditam que se não há agressão física, não há abuso. Não é bem assim! Claro que esse é o sinal mais claro, mas todos os que foram citados acima se enquadram no tema deste artigo. A violência psicológica e física são, digamos, as formas mais brutas de abuso. Entenda por violência psicológica aquele cara que te faz se sentir insegura, paranoica, te chama de louca, diz que sem ele você não é nada… e por violência física entenda um cara que te bate, que te obriga a fazer sexo com ele, que te “segura um pouco mais forte”…

Identificou algum desses sinais em sua relação atual? Sabemos que nem sempre é fácil se livrar deste tipo de relacionamento, afinal geralmente somos “cegadas” pelo amor e pelas coisas boas que a pessoa em questão faz. Apenas você tem a capacidade de decidir o que quer pra sua vida, mas saiba que existem pessoas dispostas a te ajudar a seguir em frente, e a te fazer feliz de verdade e plenamente. Procure uma Delegacia da Mulher e ajuda psicológica! Com certeza vão lhe ajudar nesse longo e doloroso processo. Se cuide, se ame, se valorize!

 

ASSISTA O VÍDEO COMPLETO AQUI

, ,